Política da Privacidade


Na OFIPOM respeitamos a sua privacidade e agradecemos a confiança que deposita em nós. Nesta Política de Privacidade explicamos quem somos, para que finalidades podemos usar os seus dados, como os tratamos, com quem os partilhamos, durante quanto tempo os conservamos, bem como as formas de entrar em contacto connosco e de exercer os seus direitos

Os seus dados serão tratados pela OFIPOM, COMÉCIO E REPARAÇÃO DE MÁQUINAS INDUSTRIAIS, LDA pessoa coletiva número 505432218 , com sede no Parque Industrial Manuel da Mota, Rua Bartolomeu Dias, Nº 9 Lote G, 3100-354 Pombal. Esta sociedade é a responsável pelo tratamento de dados pessoais na aceção do Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados.

Para as questões relacionadas com o tratamento dos seus dados pessoais deverá contactar-nos através dos seguintes meios:

Telefone: 236 244 534

Morada: Rua Bartolomeu Dias, Nº9 Lote G, 3100-354-Pombal

Email: ofipom@gmail.com

Porque precisamos da sua informação?

A OFIPOM tratará os seus dados pessoais com as seguintes finalidades:

1. Gestão de clientes

A OFIPOM dedica-se ao comércio e reparação de máquinas industriais, através da sua oficina (Serviços Internos e Serviços Externos). O tratamento dos seus dados é necessário para o cumprimento do contrato de compra, venda ou de prestação de serviços a celebrar entre si e a OFIPOM , ou para a realização de diligências pré-contratuais a seu pedido.

Os seus dados serão conservados para esta finalidade durante 3 anos de inatividade.

2. Videovigilância na Oficina

A Oficina OFIPOM dispõem de um sistema de videovigilância, devidamente sinalizado. A instalação deste sistema é uma obrigação legal da Ofipom, de acordo com a Lei da Segurança Privada (Lei n.º 34/2013, de 16 de maio, art. 31.º e art. 115.º da Portaria 273/2013 de 20 de agosto).

As gravações de imagem obtidas pelos sistemas videovigilância são conservadas, em registo codificado, pelo prazo de 30 dias contados desde a respetiva captação, findo o qual são destruídas com sobreposição de imagem (sem prejuízo da conservação por período superior em caso de processo judicial) .

3. Recrutamento

A Oficina OFIPOM respeita a sua preocupação em relação à privacidade dos dados pessoais que nos fornece através do seu Curriculum Vitae (CV). Também consideramos importante informá-lo que o seu CV e respetivos dados pessoais serão guardados num período de 2 anos, findo esse prazo serão destruídos.

A aceitação destes termos e da Política de Privacidade significa o seu consentimento para o tratamento de dados pessoais com a finalidade de seleção de pessoal e recrutamento. Desta forma, aconselhamos a leitura cuidada da declaração de Privacidade e caso concorde com os seus termos, deverá assinar.

A minha informação será partilhada com outros?

Os seus dados pessoais só poderão ser partilhados com outros com o seu consentimento. A OFIPOM tem vínculo contratual com empresa de contabilidade e empresas de informática, quer a nível de software, como a nível de hardware e poderão ter acesso aos seus dados pessoais através do tratamento de faturação e liquidação, de reparação, atualização ou retificação de software respetivamente.

Os seus dados só serão utilizados pela OFIPOM para fins contratuais, envolvendo comércio e reparação do seu equipamento. Poderá ser contactado para informações acerca do respetivo equipamento, dar a conhecer o valor de orçamento, dar a conhecer possíveis anomalias ocorridas ou encontradas posteriormente ao orçamento, dar a conhecer a reparação efetuada e levantamento do respetivo equipamento, para qualquer divergência contratual, informação sobre a satisfação da nossa intervenção e alertar para a necessidade de reparações.

Os seus dados serão tratados dentro do espaço da União Europeia

Quais são os meus direitos?

A qualquer momento, pode solicitar-nos:

- O acesso à informação que temos sobre si;

- A retificação da informação caso esteja incorreta ou incompleta;

- Para apagar ou limitar o tratamento dos seus dados pessoais;

Os seus pedidos de compra ou reparação serão tratados com especial cuidado de forma a que possamos assegurar a eficácia dos seus direitos.

Tem ainda o direito de apresentar uma reclamação à entidade reguladora de proteção de dados (sem entidade definida).

Direito de acesso

O titular dos dados pessoais tem o direito a obter da OFIPOM a confirmação de que os dados que lhe digam respeito são ou não objeto de tratamento e, se for o caso, de aceder aos seus dados pessoais e aceder às informações previstas na lei.

Direito de retificação

O titular dos dados pessoais tem o direito de obter da OFIPOM , sem demora injustificada, a retificação dos dados inexatos ou incompletos que lhe digam respeito.

Direito ao apagamento dos dados (“direito a ser esquecido”)

O titular dos dados pessoais tem o direito pedir à OFIPOM para apagar os seus dados, sem demora injustificada, e a OFIPOM tem a obrigação de apagar os dados pessoais quando se aplique, designadamente, um dos seguintes motivos:

1. Os dados pessoais deixaram de ser necessários para a finalidade que motivou a sua recolha ou tratamento;

2. O titular retirou o seu consentimento para o tratamento de dados (nos casos em que o tratamento é baseado no consentimento) e não existir outro fundamento para o referido tratamento;

3. O titular opõe-se ao tratamento e não existem interesses legítimos prevalecentes que justifiquem o tratamento;

Direito à limitação do tratamento

O titular dos dados tem o direito de obter da OFIPOM a limitação do tratamento, se se aplicar, designadamente, uma das seguintes situações:

1. O tratamento de dados for lícito e o titular dos dados se opuser a que se apaguem os seus dados pessoais e solicitar, em contrapartida, a limitação da sua utilização;

2. A OFIPOM já não precisar dos dados pessoais para fins de tratamento, mas esses dados são requeridos pelo titular para efeitos de declaração, exercício ou defesa de um direito num processo judicial;

3. Se tiver oposto ao tratamento, até se verificar que os motivos legítimos do responsável pelo tratamento prevalecem sobre os do titular dos dados.

Direito de oposição

Quando o tratamento de dados for efetuado para efeito dos interesses legítimos prosseguidos pela OFIPOM

O titular dos dados pode ainda, a qualquer altura, opor-se ao tratamento dos seus dados pessoais.>/p>

Posso revogar o meu consentimento posteriormente?

Se o consentimento for legalmente necessário para o tratamento de dados pessoais, o titular dos dados tem o direito de retirar consentimento em qualquer altura, embora esse direito não comprometa a licitude do tratamento efetuado com base no consentimento previamente dado nem o tratamento posterior dos mesmos dados, baseado noutra base legal, como é o caso do cumprimento do contrato ou da obrigação legal a que a OFIPOM esteja sujeita.

Caso pretenda retirar o seu consentimento, pode contactar-nos através de carta, telefone ou do endereço e-mail ofipom@gmail.com

Tem alguma dúvida?

Se permanecer com alguma dúvida relativamente ao tratamento dos seus dados pessoais, ou pretender exercer algum dos seus direitos, por favor contacte-nos: >/p>

Telefone: 236 244 534

Morada: Rua Bartolomeu Dias, Nº 9 Lote G, 3100-354-Pombal

Email: ofipom@gmail.com

Ocasionalmente, a OFIPOM atualizará esta Política de Privacidade. Sempre que a Política de Privacidade seja alvo de alterações será adequadamente notificado.

Última atualização: junho de 2018